Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]





Bacalhau à Conde da Guarda

por Vanessa, em 30.11.13

 

Queria há muito experimentar esta receita pois pareceu-me uma excelente receita de bacalhau sem ser o tipico bacalhau com natas. O resultado foi muito satisfatório, apenas achei que fica pouco consistente mas eu usei mais bacalhau, batatas, natas e leite de resto nada a apontar. Da próxima farei com as quantidades da receita para verificar a consistência. Gostei de o comer requentado pois ficou mais consiste mas o marido preferiu acabado de fazer. E esta receita é uma excelente amiga da marmita :).

 

Vamos ver então:

 

 

Bacalhau à Conde da Guarda (4-6 pessoas)

 

Ingredientes

 

2 cebolas

3 dentes de alho

60 ml de azeite

500 g de bacalhau demolhado (sem pele e sem espinhas)

200 g de batata aos cubos

150 ml de natas

150 ml de leite

Sal

Pimenta

Noz-moscada

150 g de queijo mozarela ralado

 

Preparação

 

Coloque no copo a cebola e os alhos e pique 10 segundos na velocidade 6.

Adicione o azeite e programe 5 minutos, velocidade 1 na temperatura máxima (ST).

Junte o bacalhau e regule mais 5 minutos, velocidade 1 na temperatura máxima (ST).

Desfaça o bacalhau, programando 10 segundos na velocidade 4. Retire-o e reserve.

Sem lavar o copo, insira o misturador sobre a lâmina e deite as batatas, as natas, o leite e o sal.

Programe 25 minutos na velocidade 1 a 100ºC. Retire o misturador.

Triture 30 segundos na velocidade 5 e incorpore o bacalhau, a pimenta e a noz-moscada.

De seguida, misture 30 segundos na velocidade 4.

Disponha num pirex, polvilhe com o queijo ralado e leve ao forno, pré-aquecido a 180ºC, durante 15 minutos.

 

Gostei do resultado e a receita é simples de fazer, apesar de ter muitos passos, é apenas adicionar. E claro, o marido também gostou e a marmita tb ;).

 

 

Usei natas auchan (0.42€/200ml), leite auchan magro a 0.52€/lt, as batatas custam à volta de 0.49€/kg, queijo ralado da self discount do jumbo a 1.29€/200gr e o  bacalhau graúdo especial com 800 gr aprox., que comprei a 8.99€ o kg, que rendeu 500gr aprox.

Assim esta receita saiu a 8.65€ ou a 1.44€ por pessoa.

Autoria e outros dados (tags, etc)


Sopa de Grão e Espinafres

por Vanessa, em 28.11.13

 

Com este frio nada como uma boa taça de sopa quentinha para nos aquecer o corpo e a alma. Por isso ando à volta das sopas (e porque eu gosto bastante de sopa e se for boa melhor claro!).

No meio das receitas do livro esta já estava debaixo de olho e por isso decidi avançar sem restrições.

 

Vamos ver então a receita:

 

 

Sopa de Grão e Espinafres (6 pessoas)

 

Ingredientes

 

2 cebolas

1 lata (grande) de grão-de-bico escorrido

60 ml de azeite

800 ml de água

200 g de espinafres congelados

Sal

 

Preparação

 

Coloque no copo as cebolas, o grão-de-bico, o sal, a água e o azeite. Programe 20 minutos na velocidade 2 a 100ºC.

Triture, programando 4 minutos: comece na velocidade 3 e vá aumentando, progressivamente, até à velocidade 6.

Junte os espinafres e programe mais 5 minutos na velocidade 2 a 100ºC.

 

A receita é simples, fácil e económica. O resultado não podia ser melhor, fiquei muito fã desta sopa! Ficou mesmo muito boa com uma textura aveludada e um sabor óptimo.

 

A receita que coloquei tal como vem no livro e acho que as quantidades estão adequadas. Eu em vez de usar uma lata grande usei dois frascos (e assim leva mais quantidade) mas acabei por só o creme do grão ficar no limite máximo da yammi e ainda tinha de colocar os espinafres. Na verdade, apesar de tudo, ela não deitou fora mas foi um grande risco por isso aconselho a usar as quantidades indicadas.

 

Ora para esta receita usei grão da auchan que uma lata de 850gr custa a 0.85€ e espinafres frescos polegar 1.29€/175gr. Assim esta excelente sopa ficou a 2.14€ ou 0.36€ a taça.

Autoria e outros dados (tags, etc)


Gelado de Stracciatella

por Vanessa, em 26.11.13

 

Uma coisa que eu adoro é gelado, mais ainda no inverno. Nada melhor que saborear uma taça de gelado enquanto chove lá fora.

Por isso decidi que estava na hora de experimentar fazer gelado.

 

 

Gelado de Stracciatella

 

Ingredientes

 

400 ml de natas

1 lata de leite condensado

4 claras

1 pitada de sal

50 g de chocolate para culinária

 

Preparação

 

Coloque no copo o chocolate partido em pedaços. Pressione o botão turbo repetidamente, até que o chocolate fique aos pedacinhos pequenos, mas não em pó. Reserve.

Lave bem o copo, insira o misturador e deite as natas. Bata-as, programando 4 minutos na velocidade 4.

Regule 1 minuto na velocidade 4 e vá vertendo, aos poucos, o leite condensado pela abertura da tampa. Transfira o preparado para um recipiente à parte e reserve-o no frigorífico.

Lave novamente o copo, volte a inserir o misturador e adicione as claras e o sal. Bata-as durante 2 minutos na velocidade 4.

Com a ajuda da espátula, envolva as claras no preparado reservado anteriormente e, por fim, misture o chocolate.

Leve ao congelador até solidificar.

 

Esta receita não correu bem devido às natas estarem mais para manteiga do que para natas, o que acabou por criar duas camadas, uma mais grossa e uma mais fina em baixo. O sabor é bom, apesar de achar que fica doce demais e da próxima vou experimentar com o açúcar.

Tirando este contratempo, o gelado (apesar de tudo) ficou bom e não durou 4/5 dias cá em casa.

 

As natas usei auchan 0.42€/200ml, leite condensado magro PD a 0.93€, saborosos classe L 1.99€/12unid. e chocolate polegar 0.75€/200gr

O gelado sai a 2.63€, um pouco mais caro que um de marca branca do supermercardo mas vale a pena pois basta apetecer-nos para fazer e não precisamos de sair de casa.

 

 

Não fiquei muito fã do chocolate de culinária polegar. Não é mau mas nota-se ali qualquer coisa. Para mim o melhor é pantagruel.

O leite condensado opto sempre pelo magro do PD pois é a única marca branca que tem leite condensado magro (dispensamos os açucares e gorduras extra) e tem um preço apetitoso ;).

Autoria e outros dados (tags, etc)


Bifinhos Rápidos

por Vanessa, em 25.11.13

 

Achei que não dava para fazer bifes na yammi com a lâmina de corte mas afinal fazem-se e ficam muito bons :). E são óptimos para a marmita.

 

 

Bifinhos rápidos (3 pessoas)

 

Ingredientes

 

1/2 cebola

2 dentes de alho

60 ml de azeite

50 ml de vinho branco

1 cubo de caldo para bifes

6 de bifes pequenos

1 folha de louro

100 ml de água

1 pitada de sal

 

Preparação

 

No copo coloque a cebola, os alhos, o azeite e pique 10 segundos na velocidade 5.

Junte a folha de louro e refogue durante 5 minutos, velocidade 1 na temperatura máxima (ST).

Adicione a água, o vinho, o molho inglês, os cubos de caldo para bifes e misture durante 5 segundos na velocidade 4.

Introduza os bifinhos no copo e programe 20 minutos na velocidade 1 a 100ºC.

 

Esta receita é bastante simples de fazer, até pode ser delegada no marido :P!

 

Eu usei caldo de carne do Lidl pois não tinha de bife e achei que ficou com sabor bastante intenso a condimentos mas até gostei do sabor pois ficou meio oriental. E como a receita fica com molho é óptimo para acompanhar com um arroz, que fica com um sabor agradável, e aquecer para levar na marmita. Usei também bifanas para esta receita.

 

É também uma receita económica pois à excepção dos bifes, todos os outros ingredientes temos em casa, sendo assim o valor dos bifes o valor da receita. Neste caso as bifanas custaram 3.98€/kg (entre 350/400gr), não excendo assim o valor de 1.60€ no total ou 0.54€ por pessoa.

Autoria e outros dados (tags, etc)


Panna Cotta de Maçã

por Vanessa, em 23.11.13

 

Pois foi para fazer panna cotta que eu quis a compota de maça. Quis fazer uma sobremesa diferente e dar-lhe um toque diferente e o resultado foi bastante satisfatório. Eu não usei a baunilha pois a da marca do supermercado estava esgotada e a de marca custava 3x mais, então parti à descoberta sem a baunilha. Mas vejamos a receita:

 

Panna Cotta de Maçã (4 pessoas)

 

Ingredientes

 

400 ml de natas

3 folhas de gelatina

120 g de açúcar

 

Preparação

 

Num recipiente, demolhe as folhas de gelatina em água fria durante 5 minutos. No copo coloque as natas e o açúcar.

Programe 10 minutos na velocidade 1 a 100ºC.

Entretanto, escorra as folhas de gelatina e derreta-as no micro-ondas durante 30 segundos, na potência máxima. Com a máquina em funcionamento, junte a gelatina ao preparado de natas, através da abertura da tampa do copo de mistura.

Verta o preparado numa forma ou em taças individuais.

Leve ao frigorífico até solidificar.

Após solidificar colocar o doce e fruta para enfeitar.

 

Gostei bastante do resultado, mesmo sem usar a baunilha e optar pelo doce de maçã. Caso queiram usar é uma vagem de baunilha cortada no sentido do comprimento adicionada conjuntamente com as natas e o açúcar.

 

Acho que o panna cotta fica bastante sólido, sendo que aconselho a por 500ml de natas para as mesmas 3 folhas de gelatina para ficar mais fofo.

 

A quantidade de pessoas para que dá esta receita varia de acordo com a taça e quantidade colocada em cada copo. Eu pus em 4 taças altas mas dava perfeitamente para por em 5 sem comprometer nada.

 

Eu coloquei 2 camadas de fruta e uma de compota no topo da panna cotta (fruta, compota e fruta), sendo que na última decorei.

 

 

Para esta receita usei a compota de maça que tinha feito (0.91€), natas auchan a 0.42€/200ml e folhas de gelatina Jerónimos 0.62€/5 folhas. Assim esta doce sobremesa custa 2.22€, saindo cada taça a 0.55€ a taça.

Autoria e outros dados (tags, etc)


Compota de maçã

por Vanessa, em 22.11.13

 

Queria fazer uma receita concreta do livro e precisava de um doce. Como me tinham dado muita maçã decidi aproveitar e fazer a sobremesa com uma toque diferente (na próxima receita mostro para que usei).

 

A receita é super simples e aqui está:

 

Compota de Maçã

 

Ingredientes

 

800 g de maçã

200 g de açúcar

1 pau de canela

 

Preparação

 

Corte a maçã em pedaços.

No copo coloque a maçã com o açúcar, prima o botão turbo 5 vezes durante alguns segundos, de modo a triturar um pouco a maçã.

Acrescente o pau de canela e programe 20 minutos, velocidade 1 na temperatura máxima (ST).

De seguida, programe 20 minutos, velocidade 3 na temperatura máxima (ST).

No fim do tempo retire o pau de canela.

Triture 30 segundos: comece na velocidade 4 e vá aumentando, progressivamente, até à velocidade 7.

 

Na receita ainda indicava uma casca de limão mas pessoalmente não gostei do toque do limão na maçã, mas é uma questão de gosto. Cortei também no açúcar pois 300gr para maçã é muito já que é um fruto que cozinhada fica bastante doce.

 

Como disse inicialmente a receita é simples, praticamente deitar na yammi e esperar, e gostei do resultado para compota que costuma ser mais espessa que o doce.

 

Vou tentar quantificar a receita pois as maçã foram oferecidas. Vejamos: maçãs há a 0.59€/kg da marca Polegar e deve ser necessário aprox. 1.200kg pois desperdiça-se muita maçã e açúcar a 0.99€/kg da auchan. Assim esta receita sai a 0.91€.

 

Na próxima receita conto para que usei o doce ;)

Autoria e outros dados (tags, etc)


Caldo Verde

por Vanessa, em 20.11.13

 

Uma receita que sempre quis fazer no ramo das sopas foi caldo verde e ontem lá fiz. Gostei mas abusei um pouco do sal e notei uma pequena falha (para mim na receita) que é a quantidade de couve indicada pois com as 100gr fica com pouco "entulho" e eu gosto de bastante entulho na sopa ;).

Mas vejamos a receita:

 

Caldo Verde (6 pessoas)

 

Ingredientes

 

3 dentes de alho

2 cebolas

500 gr de batata cortada aos quartos

750 ml de água

70 ml de azeite

½ chouriço de carne

150 g de couve para caldo-verde

Sal

 

Preparação

 

Colocar as cebolas, a batata, o alho, a água, metade do azeite, o sal e o chouriço inteiro no copo.

Disponha a couve na bandeja de vapor, ajustando-a sobre o copo. Programe 25 minutos, velocidade 1 na temperatura máxima (ST).

Quando terminar o tempo, retire a bandeja de vapor e o chouriço. Reserve.

Coloque a tampa e triture durante 1 minuto, começando na velocidade 3 e aumentando, progressivamente, até a velocidade 6.

Junte a couve e o restante azeite e programe mais 5 minutos na velocidade 2 a 100ºC.

 

Confeccionei a receita conforme vinha no livro e pus um pouco mais de couve que a indicada pois para mim a quantidade de couve é pouco, por isso aconselho a pelo menos 150gr (que foi a quantidade que pês na receita) conforme o gosto de cada um no que respeita à couve. Se virmos a foto do caldo verde do livro realmente ele não mostra muita couve, mas é uma preferência pessoal.

Também, aconselho o uso de um bom chouriço pois além de depois pormos umas rodelinhas dele

 

Gostei imenso do resultado, até porque adoro caldo verde, e neste momento de grande frio nada como uma boa sopa quentinha para nos aquecer a alma.

 

Pois então usei couve para caldo verde já cortada por 1€/300gr, o chouriço da quinta dos jugais custou 3.39€/2.90gr as batatas e as cebolas foram oferta mas no supermercado custam à volta de 0.49€/kg e 0.45€/kg respectivamente (preços indicados no site do jumbo para 1 saco de batatas de 3kg e cebolas a granel). Assim esta receita sai a aprox. 2.55€, sendo que cada tigela fica a 0.43€.

Autoria e outros dados (tags, etc)


Esparguete com frango

por Vanessa, em 19.11.13

 

Esta receita não é igual à que vem no livro da Yammi, até porque tinha muita pressa e não troquei a lâmina mas aconselho a fazê-lo. No final, apesar do esparguete estar um pouco partido não estava todo o que me deixou satisfeita e o resultado também. Esta é mais uma receita amiga da marmita pois fica com bastante molho que ajuda a manter o sabor e humidade da comida.

 

Então cá vai:

 

 

Esparguete com frango (3 pessoas)

 

Ingredientes

 

350gr de frango

150gr de esparguete (aprox.)

1 cenoura

3 dentes de alho

1/2 cebola

1 folha de louro

300ml água (aprox.)

40ml de vinho branco

Azeite

Sal

 

Preparação

 

No copo introduza a cebola, os alhos e a cenoura cortada às rodelas. Pique 15 segundos na velocidade 5.

Retire o preparado e troque a lâmina de corte pela lâmina de mistura.

Reintroduza a mistura no copo e junte a folha de louro e o azeite. Refogue durante 5 minutos, velocidade 1 na temperatura máxima (ST).

Adicione o frango e o vinho branco e programe 10 minutos a 100 graus de temperatura. Acrescente a água (previamente aquecida, se não adicione apenas a água e programe 7/8min a 100 graus), o esparguete e os temperos e programe 12 minutos na velocidade 1 a 100 graus. Introduza o esparguete pela abertura da tampa e com a ajuda da espátula, faça o esparguete descer e coloque o copo de medição.

Sirva após confeccionado.

 

Como estava com pressa quando fiz esta receita, usei água fervida e assim não tive de perder quase 10min a aquecer a água.  

 

Aconselho a se tiverem usarem algumas rodelas de chouriço para enriquecer o sabor e claro, mudar a lâmina ;).

 

Gosto de usar cenoura (e tomate) nas carnes guisadas pois dá um toque muito bom à carne.

 

A carne ficou soculenta e a massa bem cozinhada e com bastante molho. O sabor ficou quase como quando faço tradicionalmente, só faltou o chouriço e por um pouco de pimenta. Este prato é bom para quem leva marmita, mas não aconselho a congelar por causa do frango pois perde bastante humidade na congelação.

 

A água pus a olho, mas não chegou a meio litro com certeza mas da próxima confirmo. 

 

Eu usei frango polegar a 1.99€/kg e esparguete espiga pingo doce a 0.28€/500gr. Esta receita na totalidade, mesmo adicionando os restantes ingredientes que temos por casa e por ser pouca quantidade não consigo precisar o valor, não ascende a 1€, ficando cada prato a rondar os 0.35€.

 

E cá está uma receita fácil, prática e económica de fazer.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)


Cheesecake

por Vanessa, em 18.11.13

 

A aventura de partilhar receitas da yammi começou com um chesecake e um grande amigo ter sugerido porque não começar a partilhar as minhas receitas/receitas.

 

Vamos á receita:

 

 

Cheesecake (8 pessoas)

 

Ingredientes

 

6 folhas de gelatina pequenas (11 g)

300 g de bolacha maria

400 ml de natas

400 g de queijo para barrar

1 embalagem de doce de morango

Morangos q.b.

100 g de açúcar

Água q.b.

 

Preparação

 

Mergulhe as folhas de gelatina em água fria e reserve-as.

Coloque no copo as bolachas e triture 15 segundos na velocidade 5. Ponha a bolacha triturada numa taça e misture leite até ficar uma mistura bastante areosa e grossa (não deixar ficar tipo massa).

Cubra uma forma de tarte com este preparado, cobrindo o fundo da tarteira e comprimindo-o bem. Leve ao frigorífico até endurecer.

Entretanto, lave o copo e monte o misturador. Junte as natas, o queijo e o açúcar e bata 1 minuto na velocidade 4.

Escorra bem as folhas de gelatina e derreta-as 30 segundos no micro-ondas (potência máxima). Programe 1 minuto na velocidade 3 e, com a máquina em funcionamento, verta a gelatina em fio pela abertura da tampa.

Disponha esta mistura sobre a base de bolacha, que já deve ter endurecido, e leve, novamente, ao frigorífico até solidificar.

Cubra o cheesecake com a geleia de morango e decore-o com frutos vermelhos a gosto.

 

Esta receita foi gira de fazer pelo resultado final. Sempre achei que fazer um cheesecake daria imenso trabalho e afinal até foi simples e no foi um autentico sucesso. Aconselho a deixá-lo ficar um dia no frigorífico para ficar bem consistente.

 

De notar que eu não usei manteiga na base. A quantidade indicada na receita é muito inferior à necessária para consolidar a mesma e com leite fica mais saudável. É apenas necessário encontrar o ponto certo, ou seja, não pode ficar em massa tipo cerelac, convém que fique esfarelada por assim dizer.

 

Usei também doce de morango que fiz na Yammi e usei morangos para decorar. Esta opção deveu-se ao elevado preço dos frutos vermelhos (uma embalagem de 250gr chega a custar quase 5€ dependendo do que escolhermos) e os morangos serem substancialmente mais baratos (1.79€ - 500gr).

Cortei na quantidade de bolacha indicada na receita original (400gr) pois acabou por me sobrar bastante, mas vai depender da profundidade da forma e da quantidade de base que se queira por.

 

Ora o que usei para a totalidade da receita foi: mascarpone galbani a 3.19€ cada embalagem de 250gr, bolacha maria polegar a 0.99€ (800gr), natas auchan a 0.42€ (200ml), folhas de gelatina Jerónimos (5 folhas – 0.62€), morangos (1.79€ - 500gr) e doce de morango que fiz na yammi e usei na totalidade da corbertura rondou os 2.15€.

 

No total a receita fica praticamente em 10€, ficando cada fatia a 1.25€ mas vale bem os cêntimos que gastamos pois o resultado é fabuloso.

O que mais influencia o valor final é o preço do queijo mascarpone que há mais económico do que eu comprei.

Autoria e outros dados (tags, etc)


Risoto de Cogumelos

por Vanessa, em 15.11.13

 

Apesar desta receita constar na secção dos acompanhamentos decidi fazê-la como prato principal até porque adoro cogumelos. O marido estava bastante renitente mas acabou por se render às evidências e do belo do risoto não sobrou nada!

 

Vejamos então a receita conforme fiz:

 

Risoto de Cogumelos (3-4 pessoas)

 

Ingredientes

 

300 g de arroz para risoto

150 g de cogumelos brancos

150 g de cogumelos marron

1 cebola

1 dente de alho

50 ml de azeite

100 ml de vinho branco

550 ml de água

Sal

 

Preparação

 

Coloque a cebola e o alho no copo e pique 10 segundos na velocidade 6. Junte o azeite e refogue 3 minutos, velocidade 1 na temperatura máxima (ST). Adicione o arroz e programe 5 minutos, velocidade 1 na temperatura máxima (ST). De seguida, acrescente os cogumelos cortados em pedaços e o vinho e refogue mais 3 minutos, velocidade 2 na temperatura máxima (ST). Acrescente a água e o sal a gosto e programe 20 minutos na velocidade 1 a 100ºC. Quando terminar o tempo programado, mexa bem com a espátula para soltar o arroz no fundo do copo.

Sirva de imediato.

 

 

Gostei bastante do resultado e é um prato bastante diferente do que costumamos comer além de saudável e amigo da marmita. E se tiverem um vegetariano a jantar fará com certeza sucesso. Aqui fiz bastante e não ficou nada para amostra.

 

Se for para acompanhamento dá para 4 pessoas mas se for para servir de refeição principal fica-se pelas 3.

 

Não percebo muito de espécies de cogumelos por isso não achei os indicados na receita então usei brancos e marron.

 

Para esta receita usei arroz para risoto arbório auchan a 1.99€/kg, cogumelos brancos a 4.99€/kg, cogumelos marron a 6.99€/kg e vinho branco continente a 1.29€/lt. O risoto saiu assim a uns módicos 2.60€, ficando-se entre os 0.86€ e os 0.65€ por pessoa.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Pág. 1/2



Mais sobre mim

foto do autor


Facebook

A Yammi da Vanessa também está no facebook. Segue as nossas experiências em www.facebook.com/yammidavanessa


Arquivo

  1. 2014
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2013
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D